Dólar hoje 4,142
32ºC em Arapiraca, Parcialmente nublado
CSA
Postada em 14/07/2019 18:30 | Atualizada em 14/07/2019 18:38 | Por Todo Segundo Gazeta Press
Sem poder de fogo, CSA cria pouco e perde para o Corinthians
Azulão se limitou a defender como pôde e conseguiu neutralizar as investidas do Timão por certo tempo e foi derrotado por 1 a 0
Vagner Love bateu forte, no alto, garantindo triunfo por 1 a 0 sobre o CSA - Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

Foi suada, mas a vitória veio. Recebendo o CSA neste domingo, dia da reestreia do zagueiro Gil, em Itaquera, o Corinthians sofreu para quebrar a retranca do adversário, no entanto, foi persistente, como de costume, e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro graças a Vagner Love, que, deslocado para o lado de campo com a entrada de Boselli, bateu forte, no alto, garantindo o importante triunfo por 1 a 0 sobre o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Corinthians foi à oitava colocação, com 15 pontos, e ultrapassou o São Paulo, que também possui 15 pontos, mas uma vitória a menos que o rival (quatro contra três). Coincidentemente, o último triunfo do Timão no Campeonato Brasileiro foi justamente contra o Tricolor, na sexta rodada, em que saiu de campo com o placar favorável de 1 a 0, gol de Pedrinho.

Agora, o Corinthians já volta o foco para seu próximo compromisso que terá no Campeonato Brasileiro, e não será qualquer compromisso. No domingo que vem, às 16h (de Brasília), o Timão recebe o Flamengo, que goleou o Goiás por 6 a 1 nesta rodada. O CSA, por sua vez, joga no sábado, quando enfrenta o Athletico-PR, no estádio Rei Pelé, às 19h, em Maceió.

O jogo – O Corinthians foi dominante no primeiro tempo. Logo aos nove minutos, Pedrinho teve uma ótima oportunidade de abrir o placar após cruzamento de Fagner pela direita, entretanto, o jovem meia não conseguiu pegar em cheio na bola e ainda a viu desviar em Vagner Love antes de ficar nas mãos do goleiro Jordi. Já aos 16 minutos foi a vez de o Timão chegar pela esquerda com Clayson, que se livrou da marcação e bateu cruzado para nova defesa do arqueiro do CSA.

Sem apresentar qualquer ameaça ao Corinthians, o time alagoano se limitou a defender como pôde e conseguiu neutralizar as investidas do Timão por certo tempo. Se não dava para chegar ao gol adversário trocando passes, a equipe do técnico Fábio Carille tentou furar a retranca do CSA com chutes de média distância. Um deles, de Pedrinho, por pouco não encobriu o goleiro.

Mas a melhor chance do Corinthians na partida ficou para a reta final do primeiro tempo. Aos 38 minutos de jogo, Pedrinho arrancou livre após rebatida da defesa do Corinthians, deixando a marcação do CSA para trás e tocando para Vagner Love, que, na saída do goleiro, deu uma cavadinha, mas fraca, fato que permitiu à zaga rival chegar a tempo para tirar a bola em cima da linha e evitar o gol corintiano.

Segundo tempo

O Corinthians voltou para o segundo tempo ainda mais ligado e novamente por pouco não abriu o placar logo nos primeiros minutos. Aos sete, Ralf finalizou aproveitando sobra do cruzamento, a bola desviou na multidão que estava na área e sobrou nos pés de Gil, que só não balançou as redes em sua reestreia pelo Timão porque seu chute foi travado na hora “h”.

Conforme o tempo ia passando, o CSA ia abandonando o pouco de ousadia que tinha para descaradamente segurar o empate sem gols em Itaquera. O Corinthians, por sua vez, se viu na obrigação de adotar uma postura ainda mais ofensiva, e Fábio Carille decidiu, então, sacar Ralf para a entrada de Régis. Pouco depois da entrada do camisa 20, o Timão teve uma boa oportunidade de, enfim, balançar as redes, em cobrança de falta de Sornoza, mas o chute colocado, por cima da barreira, foi espalmado por Jordi.

Mas, por tudo o que o Corinthians produziu dentro de campo, seria injustiça o CSA voltar para Alagoas com um ponto na bagagem. Aos 32 minutos, depois de tanto os donos da casa martelarem, a vitória alvinegra veio no melhor estilo Corinthians de ser. Boselli deu um passe açucarado para Vagner Love, que, dentro da área, bateu forte, no alto, sem chances para Jordi, que depois de salvar sua equipe diversas vezes acabou tendo de se conformar com a derrota em Itaquera.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 CSA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data: 14 de julho de 2019, domingo

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway (PB)

Assistentes: Alessandro Matos (BA) e Cleristo Rios (SE)

Público total: 34.238 pessoas

Renda: R$ R$1.392.676,36

Gols: Vagner Love, aos 32 do 2ºT (Corinthians)

Cartões amarelos: Fagner, Sornoza (Corinthians); Nilton, Ricardo Bueno, Alan Costa, Luciano Castán e Cassiano (CSA)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf (Régis), Júnior Urso; Pedrinho (Boselli), Sornoza e Clayson; Vagner Love (Gabriel). Técnico: Fábio Carille

CSA: Jordi; Celsinho (Cassiano), Allan Costa, Luciano Castán e Rafinha; Nilton (Jean Cléber), Naldo, Jonatan Gomez (Victor Paraíba) e Apodi; Ricardo Bueno e Alecsandro. Técnico: Argel Fucks

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.