Dólar hoje 4,142
22ºC em Arapiraca, Estrelado
São João 2019
Postada em 30/06/2019 21:31 | Atualizada em 30/06/2019 21:34 | Por Assessoria
São João de Arapiraca se consolida no lago da Perucaba
E as águas de junho que caíram do céu não incomodaram o povo que foi lá para curtir a noite
E as águas de junho que caíram do céu não incomodaram o povo que foi lá para curtir a noite - Foto: Assessoria

Em meados da década de 1930, jornais do Rio de Janeiro e São Paulo começavam a chegar no interior nordestino, as rodovias encurtavam o tempo-espaço e, assim, o agreste e o sertão foram se descaracterizando.

“É natural que o cantador vá morrendo também”, constatou Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, em uma entrevista no meio do século passado.

Mas quase 100 anos depois dessa “invasão da modernidade”, em 2019, as manchetes continuam a apontar para um ressurgimento nessa bússola do resgate às tradições.

E junho é o mês que carrega toda essa responsabilidade, convergindo o velho e o novo, sintonizando as gerações de arapiraquenses e nordestinas com sede de samba de coco, guerreiro, dança da fita, quadrilha e todas as comidas típicas derivadas do milho.

O ápice desse momento foi o circuito de shows que aconteceram neste final de semana, no Lago da Perucaba, dentro da programação oficial do Aravantu – São João de Arapiraca 2019.

Na sexta-feira (28) e no sábado (29), milhares de pessoas constataram que a frase de Luiz Gonzaga sobre a morte dos cantadores, na verdade, está se mostrando o contrário.

No segundo dia de festa, por exemplo, a voz do homem do campo, do homem sertanejo ganhou um novo tom com o experiente Antenor Cazuza. O paraibano está morando em Arapiraca há três anos e colocou para fora clássicos do cancioneiro nordestino.

Depois dele, foi hora dos arapiraquenses do Forró do Cabrunco, jovens estreantes em grandes festivais em Arapiraca. E eles fizeram bonito, misturando forró com músicas de Carnaval e vaqueijada.

Na sequência, houve show de Anderson Rocha comandando o Forró do Tchê, trazendo alta vibração para a pista dançante da Perucaba. Um sucesso atrás do outro.

Da mesma forma, o cantor Peruanno, que fechou a noite com chave de ouro, ora com inserções mais intimistas com violão e voz, ora com o forró elétrico, a botar todo mundo para se sacudir na chuva.

E as águas de junho que caíram do céu não incomodaram o povo que foi lá para curtir a noite.

VOLTA À PERUCABA

Com o cabelo escovado, a pedagoga e professora de Educação Infantil, Ana Karina Santos, de 24 anos, disse estar “nem aí” para a torrencial chuva que São Pedro enviava para abençoar a todos e todas.

“Eu vim para aproveitar os shows e a volta deles aqui no Lago da Perucaba. Estou adorando essa movimentação toda de novo. Ontem [sexta, dia da Orquestra Sanfônica, Zé Neto, Fulô de Mandacaru e Devinho Novaes] vim sem o meu namorado e me diverti muito. O ambiente está superseguro. Gosto muito de ‘rolê’ e o São João é o melhor deles”, conta Ana Karina, ao lado do namorado, o arquiteto Andrey Fellipe, e de amigos, todos no chão.

No camarote, outro casal curtia a festa bem juntinho. A estudante de Psicologia, Thaís Oliveira, de 24 anos, e o gerente de cartões do Assaí Atacadista em Arapiraca, Victor Evani, 29,

“Queria ter vindo ontem para ver Fulô de Mandacaru, mas nem pudemos. Hoje viemos para prestigiar o evento e o retorno dos shows aqui na Perucaba! Muita gente e muita energia. O São João tem dessas coisas de juntar as pessoas em torno de alguma coisa”, constata a estudante de Psicologia.

Quando não em volta de uma fogueira, o povo se volta para um palco com música ao vivo e gratuita, o intento da Prefeitura de Arapiraca, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Juventude.

“Foi uma decisão muito acertada retomar as apresentações musicais para cá. Está tudo muito lindo e bem organizado!”, pontua a comunicadora e influenciadora digital Taísa Bibi (o local contou com o apoio da Polícia Militar, Segurança Municipal, segurança particular e agentes da SMTT).

Diversos influencers estavam por lá curtindo o Aravantu 2019 como Guilherme Ferreira, Toninho Santos, Clau Soares, Cida Feitosa, Fabrício Azevedo, Bruno Nunes, Eric Brito, Gabrielly Farias, Jadson Santos, Natália Ferreira, Rafael Barbosa, Ana Vitória e Amanda Coimbra, entre outros.

“A atração maior desse Aravantu 2019 foi mesmo o povo de Arapiraca”, ressalta o prefeito Rogério Teófilo, que acompanhou tudo de perto, ao lado da primeira-dama dra. Lúcia Cajueiro e diversas autoridades como o senador Rodrigo Cunha, o deputado federal João Henrique Caldas (JHC), o deputado estadual Tarcizo Freire e a deputada federal Tereza Nelma.

E eles cantaram junto do público, junto dos artistas da terra e de renome nacional, em uníssono. É natural que os cantadores venham ressurgindo em espaços que também voltam à tona.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.