Dólar hoje 3,774
23ºC em Arapiraca, Alguns chuviscos
Polícia
Postada em 17/06/2019 15:29 | Atualizada em 17/06/2019 15:38 | Por Todo Segundo com PC/AL
Em uma semana ações policiais prende mais quatro homicidas no Sertão
Delegado Regional de Delmiro Gouveia, Rodrigo Cavalcanti, informou que quatro pessoas envolvidas em assassinatos na região foram presas
Delegado Rodrigo Cavalcanti fala das prisões de pessoas que cometeram homicídios no Sertão alagoano - Foto: Assessoria

O delegado Regional de Delmiro Gouveia, Rodrigo Cavalcanti, informou que o trabalho da Polícia visando o esclarecimento de crimes, entre eles, os de homicídio, e a prisão dos autores tem sido intensificado no Sertão de Alagoas, e, só nesta semana, quatro pessoas envolvidas em assassinatos na região foram presas.

O delegado regional disse que uma ação conjunta das Polícias Civis de Alagoas e do Paraná resultou na prisão de Clóvis Neves Alves, acusado de cometer um homicídio no dia 1º de novembro de 2005, no município de Olho d’Água do Casado, no Sertão de Alagoas.

Clóvis Neves foi preso no município de Curitiba/PR, nesta quinta-feira, 13 de junho.

“O homicídio praticado por Clóvis Neves, no ano de 2005, teve como vítima o Guarda Municipal Aluízio Caetano da Silva e a motivação teria sido “vingança”, porque, em outra oportunidade, a vítima teria conduzido o autor para a Delegacia de Polícia Distrital – fato este que teria gerado inconformismo no autor do homicídio”, disse o delegado Rodrigo Cavalcanti.

Segundo o delegado Daniel Mayer, titular da Delegacia Distrital de Piranhas/AL , um trabalho de inteligência das duas polícias resultou na localização do homem que estava foragido desde 2005.

Participaram da ação os delegados Cícero Lima, Rodrigo Rocha Cavalcanti e Daniel Mayer, da Polícia Civil de Alagoas; e os delegados Tito Lívio Barichello e Camila Chies Cecconello, da Polícia Civil do Paraná.

Mais homicidas presos

O delegado regional de Delmiro Gouveia, Rodrigo Cavalcanti, aproveitou para destacar o fato de que em cinco dias, só nesta semana, a Polícia alagoana conseguiu prender e tirar de circulação mais três pessoas acusadas de terem praticados homicídios na região do Sertão alagoano.

Ele também citou os casos de uma ação integrada das polícias Civil e Militar, que prendeu na quarta-feira (12), em Delmiro Gouveia, um homem identificado como Edison da Silva Cordeiro, conhecido como “Peloco”, acusado de envolvimento no assassinato do vendedor de carros Genivaldo Alves dos Santos, ocorrido no dia 15 de janeiro, no bairro Caraibeirinhas, no Sertão de Alagoas.

Segundo o delegado regional de Delmiro Gouveia, outra prisão foi a de Reginaldo Siqueira da Silva, 41 anos, conhecido como “Dinho”, foragido da Justiça alagoana, acusado de ter assassinado Sebastião Joaquim de Oliveira, 37, no dia 24 de abril de 2017, no Assentamento Juá, zona rural de Delmiro Gouveia, Alagoas.

O acusado chegou a enterrar o corpo da vítima em cova rasa, após ter cometido o homicídio no Sertão alagoano, e estava com três mandados de prisão em aberto. Ele foi preso em flagrante, por policiais militares baianos, durante uma blitz, na cidade de Paulo Afonso-BA, na noite do último sábado (8).

Outro crime bárbaro teve como vítima uma mulher, e, na quinta-feira (13), levou a prisão de José Messias Gomes de Oliveira, conhecido como “Chocolate”, acusado de ter assassinado Ana Jaqueline Vicente dos Santos, 38 anos, no Sertão alagoano.

O delegado Rodrigo Cavalcante informou que durante a madrugada Ana Jaqueline teria ido até a casa do suspeito. Ela teria batido na porta do homem que não abriu, porém, ela insistiu e ele acabou abrindo e iniciando uma discussão. Durante a confusão, ele utilizou uma barra de ferro e desferiu vários golpes na cabeça da vítima.

Ao perceber que a mulher estava sem vida, José Messias utilizou uma lona e um lençol para cobrir o corpo. Com a atitude, a polícia acredita que o homem iria esperar o melhor momento para desovar o corpo em algum local que não tivesse movimentação, pois ele ficou com o corpo da mulher em casa por mais de 12 horas.

“A Polícia está intensificando as ações de combate a criminalidade aqui no Sertão de Alagoas, procurando prender, o mais rápido possível os autores de crimes, conforme determinação do secretário de Segurança, Lima Júnior, do delegado-geral Paulo Cerqueira, e do diretor da Região do Sertão, delegado Cícero Lima”, enfatizou o delegado Rodrigo Cavalcanti.

Ele ainda destacou a integração entre as Polícias Civil e Militar, da região, bem como com outros órgãos da segurança pública, tanto local, quanto de outros Estados da Federação.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.