Dólar hoje 3,867
24ºC em Arapiraca, Ensolarado com muitas nuvens
Luiz Ferro

Sobre o autor

Luiz Ferro, Bacharel em Direito, já ocupou os cargos de Vice-Presidente da Associação comercial de Palmeira dos Índios, Secretário Executivo Municipal e assessor Jurídico da Defensoria Pública de Alagoas.
Postada em 06/06/2018 22:56 | Atualizada em 06/06/2018 23:17
Disputa será acirrada para o Senado Federal em Alagoas
Candidatos novos podem fazer a diferença nas eleições 2018
Foto: divulgação

É simples assim, este ano serão duas vagas para o Senado Federal, e pelo andar da carruagem a disputa será muito acirrada, porque já é público e notório que teremos cinco pré-candidatos para concorrer ao senado federal, e é dito por alguns políticos que “vai faltar palanque para esses candidatos” pelo fato de que até agora, só tem um pré-candidato ao governo de Alagoas nas eleições de 2018, que é o governador Renan Filho.

Quem faz política sabe que a candidatura ao senado é majoritária e dificílima, mas este se estiver em um palanque formado com uma candidatura ao governo do estado, fazendo a dobradinha ficará mais fácil para concorrer com chances de vitórias para ambos.

Os candidatos que disputam as duas vagas para o senado são os atuais senadores da República Renan Calheiros (MDB), Benedito de Lira (PP), os deputados federais e ex-ministros do governo Temer, Max Beltrão Deputado Federal (MDB), Maurício Quintela deputado Federal (PR), e o Rodrigo cunha (PSDB), que ocupa seu primeiro mandato de deputado estadual por Alagoas.

O senador Rena Calheiro já tem palanque garantido e o apoio do governo estadual Renan Filho, já Benedito de Lira vem costurando por fora junto aos candidatos mais recentes no sentido de formar um segundo palanque, não só para criação de uma nova candidatura ao governo do estado como também fortalecer à sua para o senado federal.

Mauricio Quintela ex-ministro dos Transportes, do governo Temer, já se mostrou favorável ao grupo dos Calheiros, Max Beltrão, ex-ministro do turismo, também do governo Michel Temer, se sente confiante com a experiência de ter ocupado prestigiado cargo da Republica e o deputado Rodrigo Cunha que recebe o apoio do Prefeito de Maceió Rui Palmeira e do ex-governador de Alagoas Teotônio Vilela filho.

Esses concorrentes citados acima são os nomes com mais evidência na política Alagoana, porém, vale ressaltar que poderão ser apresentados outros nomes para mesma disputa. Todos esses pré-candidatos são detentores de mandatos, se estas candidaturas vingarem realmente, com certeza em 2019 três deles ficarão sem mandato eletivo nos próximos dois anos seguintes.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Postagens Anteriores12Próximas Postagens