Dólar hoje 3,678
21ºC em Arapiraca, Tempo limpo
Valdenice Guimarães

Sobre o autor

Valdenice Barboza Guimarães; Historiadora Psicóloga Clínica Comportamental. Membro fundadora do Instituto de Análise do Comportamento – IAC. Pós-graduada em Teorias e Técnicas Comportamentais: Educação, Pesquisa e Terapia.
Postada em 22/04/2018 21:05 | Atualizada em 15/05/2018 08:11
A construção de um vencedor, vem através de um trabalho árduo
Bill Gates afirma: “Tente uma, duas, três vezes e se possível tente a quarta, a quinta e quantas vezes for necessário
É necessário esforço para conquistar e para manter o conquistado - Foto: Divulgação

A partir do nascimento, o bebê começa a fazer um esforço para aprender a interagir com o ambiente de maneira direta. Inicialmente, necessita de cuidados específicos para sua sobrevivência, pois nasce frágil e dependente da mãe ou de cuide, lhe dê segurança e proteção. Sendo assim, ele precisa aprender a lidar com o que está posto no ambiente. À medida que cresce vai aprendendo a sentar, andar, se alimentar e tomar banho sozinho.

A infância é uma fase muito importante para o desenvolvimento da criança, em diversos aspectos: físicos, sociais, emocionais e cognitivos. Nesta fase, o cérebro necessita de muitos estímulos para a formação de novos circuitos cerebrais e aquisição de novas habilidades.

Um ambiente cheio de estímulos lúdicos, favorece o aprendizado. A brincadeira exercita a criatividade e estimula a imaginação. O brincar, é um ensaio comportamental para tornar a criança um adulto comprometido e responsável.

Esse aprendizado vai se tornando cada vez mais complexo. Aprender a se socializar, a ter autonomia, responsabilidade, obedecer regras e hierarquia são aprendizados que vão favorecendo a formação de um indivíduo com grandes chances de sonhar e concretizar os sonhos.

Um ambiente que possibilite essa aprendizagem é um ambiente que, de fato, vai modelando um repertório comportamental amplo o suficiente para que o sujeito consiga construir uma vida de sucesso, mais que isso, que o sujeito consiga lidar de forma natural com os obstáculos que possam surgir no decorrer da sua vida.

Sendo assim, o que é necessário para construir uma vida de sucesso?

Escuto muitas pessoas falarem que a vida precisa ser vivida em sua plenitude, que é preciso aproveitar ao máximo o momento presente. Ao mesmo tempo que escuto isso, também percebo que algumas dessas pessoas não têm um projeto de vida, que deixam os acontecimentos da sua vida ao acaso, como diz a música de Zeca Pagodinho “Deixe a Vida me Levar”. Compreendo que agindo assim, o custo de resposta é muito baixo e que os ganhos a curto prazo são enormes, por isso que muitas pessoas optam pelo mais fácil e que trás ganhos rápidos e imediatos. Como se o “querer”, por si só, fosse suficiente para as coisas boas acontecerem.

Voltando à pergunta feita anteriormente, é possível constatar que pessoas que conseguem alcançar sucesso, foram, desde criança, estimuladas a agir. Indivíduos que desde cedo foram sendo ensinados que para sobreviver é necessário esforço, empenho e muito trabalho para construir sua própria vida. A labuta diária constrói homens que servem como modelo, que deixam marcas para que os outros sigam.

Além disso, pessoas de sucesso têm projeto de vida. Elas têm objetivos e passam a sua vida correndo atrás de concretizá-los.

O sucesso tanto profissional como pessoal, não é uma missão fácil, nem tão pouco rápida.

A inteligência, o talento e diplomas são importantes sim, porém não são suficientes se o sujeito não souber o que fazer com eles.

Bill Gates afirma: “Tente uma, duas, três vezes e se possível tente a quarta, a quinta e quantas vezes for necessário. Só não desista nas primeiras tentativas, a persistência é uma amiga da conquista. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, faça aquilo que a maioria não faz. ”

Gérson Alves, o maior expoente da Análise do Comportamento em Alagoas, afirma: “O desistente é um ser morto. Não estou falando daquele que peleja com todas as forças. Estou falando daquele que desiste antes de começar e daquele que desiste simplesmente por imaginar que vai doer. Não se permita morrer antes de nascer. Sinta prazer nas batalhas e nas dores”.

Portanto, é necessário esforço para conquistar e para manter o conquistado, isso vem através de trabalho árduo que somente pessoas que foram ensinadas a ter um projeto de vida conseguem.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
5 Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA

Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Postagens Anteriores1Próximas Postagens