Dólar hoje 5,432
19° C em Arapiraca, AL Tempo limpo
Coisa da Política

Sobre o autor

O objetivo do blog é acompanhar fatos e dados da política em Alagoas e no Brasil
Postada em 05/06/2024 09:49 | Atualizada em 05/06/2024 09:51

Pai e filho pretendem disputar vaga na Câmara de Quebrangulo este ano

Pré-candidato a prefeito Eduardo Tenório, decidirá quem será o candidato ao cargo de vereador
Família dividida. Pai e filho pretendem disputar vaga Câmara de Quebrangulo este ano - Foto: Divulgação

Família dividida. Em Quebrangulo, Agreste de Alagoas, as eleições 2024 já começa com uma história inusitada. É que pai e filho pretendem disputar nas eleições deste o cargo de vereador pelo mesmo partido, o PSB.

Fernandinho Enfermeiro assim como é conhecido, seria apoiado pelo pai Fernando Maravilha, ex-vereador daquele município, assim como havia sido combinado. Só que em Janeiro desse ano, Fernandinho Enfermeiro publicou uma mensagem em suas redes sociais que não iria mais disputar as eleições por motivos familiares.

Após a publicação, o seu pai Fernando Maravilha não perdeu tempo e disse que seria pré-candidato a vereador. No entanto, após passar 3 semanas da publicação, Fernandinho Enfermeiro voltou a pensar em disputar a eleições.

" A verdade é que eu tinha desistido por problemas familiares por conta dele, fui percebendo que ele não me apoiaria de coração, só que não tinha falado para ele que o motivo era ele. Ele estava torcendo para dá errado a minha pré-campanha e todos de Quebrangulo sabe dessa história”, revelou o Enfermeiro a este blog.

“Ele já foi vereador creio há 30 anos atrás e ganhou, de lá pra cá ele já perdeu 4 eleições e apoiou outro candidato a vereador na eleição passada. O tempo dele já passou, já teve a oportunidade e não soube agarrar, jogou tudo fora”, afirmou.

“Desde os meus 20 anos que venho lutando para disputar uma eleição por Quebrangulo, hoje tenho 40 anos e ele nunca deixou. Tenho um objetivo de ser um representante no poder legislativo na minha cidade natal, lutar por melhorias, fiscalizar o poder executivo e legislar para todos. A minha principal pauta será a Saúde, foi através dela que me transformei nessa pessoa que sou hoje. A minha família está do meu lado, porém, é constrangedora essa situação", disse.

A sua mãe Josele de Barrros Tenório é separa há 25 anos do pai de Fernando Enfermeiro. Em 2012, ela disputou as eleições enfrentando o seu ex-esposo Fernando Maravilha, porque ele tinha prometido que seu filho iria ser candidato e não deixou, sendo assim, a sua mãe teve mais voto do que Maravilha. Na oportunidade, Josele obteve 139 votos e seu ex-marido, 116.

O pai e o filho estão no mesmo partido, o PSB e apoiam Eduardo Tenório pré-candidato a prefeito por Quebrangulo. Com o racha na “Família Maravilha, Tenório, decidirá quem será o candidato ao cargo de vereador.

Este blog deixa o espaço aberto para eventuais manifestações por parte de Fernando Maravilha.

Pai e filho em Minador do Negrão

Sem “briga” entre família, pai e filho foram eleitos para o mesmo cargo em Minador do Negrão, Sertão de Alagoas, nas eleições de 2012.

O jovem Gledson de Oliveira Ferro (PSDC), foi eleito vereador daquele município aos 20 anos, enquanto que o seu pai Genival de Oliveira Ferro (PSDB), de 54 anos, na época, ocupando o mesmo o cargo ao ser eleito para o sétimo mandato.

Genival Ferro foi eleito com 186 votos, enquanto Gledson Ferro obteve 107 votos, ocupando uma das nove cadeiras no Poder Legislativo da cidade sertaneja.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
2 Comentários
Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Todo Segundo ou de seus colaboradores.

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.

Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Postagens Anteriores123456Próximas Postagens
Instagram