Dólar hoje 4,148
21ºC em Arapiraca, Tempo limpo
Davi Salsa

Sobre o autor

Graduado em Comunicação Social pela UFAL e bacharel em Letras pela UNEAL. Ganhador dos prêmios, Banco do Brasil de Jornalismo em 2002 e Prêmio Mário Pedrosa de Jornalismo em 2009. Hoje é assessor de comunicação na cidade Arapiraca.
Postada em 10/12/2018 14:16
Gere em Palmeira promove Colóquio Regional de Educação Contemporânea
Evento mobilizou professores, alunos, gestores escolares e coordenadores
Foto: Reprodução

As possibilidades e desafios da Educação Contemporânea foram tema do 1º Colóquio Regional de Educação, ocorrido nesta sexta feira (7), sob a coordenação da 3ª Gerência Regional de Educação (Gere), em Palmeira dos Índios, e que tem à frente a gerente e professora Renilda Ribeiro.

A ação pedagógica aconteceu no auditório da Escola Municipal Dr. Gerson Jatobá e mobilizou profissionais da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), da 3ª Gere, instituição responsável pela formação inicial e continuada, bem como professores, gestores escolares, articuladores de ensino, coordenadores pedagógicos e alunos.

Dentro do contexto, o 1º Colóquio Regional de Educação objetivou refletir os desafios vivenciados nos processos de ensino, pontuando e valorizando as vivências exitosas nos espaços escolares que impulsionam a melhoria da Educação Contemporânea, visionando uma mediação diferenciada.

Durante o evento, a gerente-regional da 3ª Gere, professora Renilda Ribeiro, proferiu a palavra na abertura dos trabalhos com uma retrospectiva histórica dos avanços da Educação alagoana, assim como ressaltou que a integração de todos os partícipes era de suma importância para avançar ainda mais na melhoria da qualidade educacional.

Na mesma sintonia, as palestrantes destacaram a importância de assegurar aos estudantes uma educação contextualizada. A professora-mestre Sara Jane Cerqueira pontuou que é preciso “Olhar a educação para além dos números e da realidade socioeconômica, desenvolver o sentimento de pertencimento do estudante, para reconhecerem e valorizarem a potencialidade de sua cultura”.

Também na mesma direção, a professora-mestre Mirlene Kelly Ferro destacou a importância de as “escolas serem espaço de pesquisa, do conhecimento ser ressignificado, como forma de promoção da igualdade, não só do acesso, mas de desenvolvimento pleno da cidadania”.

Nessa completude, a professora-mestre Verônica Tavares destacou a necessidade da "inserção da leitura de imagem, da multiculturalidade e exemplificou que as comunidades tradicionais indígenas apresentam resiliências em suas tradições, danças, arte e costumes, como forma de se manter viva a sua cultura”. Ela ainda enfatizou que o multiletramento propõe que o professor saia da verticalização do ensino e desenvolva a horizontalidade, proporcionando a participação ativa do aluno.

Por suas vezes, as professoras Alexsandra Kelly da Fonseca e Aline Moreira descreveram as experiências delas no processo formativo, do Curso Mathema, para a materialização de ensino matemático diferenciado.

Por fim, as estudantes Sabrina Duarte e Deysiane Lopes, destaques dos prêmios do III Encontro Estudantil da Escola Estadual Graciliano Ramos, com a conquista do segundo lugar com o projeto “Cuidando da saúde dos cabelos com produtos naturais”, assim como as alunas Júlia Maria de Araújo e Lyzandra Silva Santos, da Escola Estadual Humberto Mendes, vencedora dos 1º e 2º lugares, com os vídeos “E agora José” e “Daqui para frente”, compartilharam as experiências vivenciadas tanto nos espaços escolares como no encontro.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Postagens Anteriores123456Próximas Postagens