Dólar hoje 3,753
31ºC em Arapiraca, Parcialmente nublado
André Avlis

Sobre o autor

Radialista, natural de Maceió, cresceu em Arapiraca e trabalhou nas rádios, Cidade, A Voz do povo é a voz de Deus, Metropolitana FM, Novo Nordeste, Nova FM e atualmente trabalha na Pajuçara FM.
Postada em 18/01/2019 07:49
ASA: Estreia em casa, ótimo para vencer e convencer
ASA enfrenta o Murici no próximo domingo (20), às 16h, no Estádio Municipal de Arapiraca.
Foto: Jânio Barbosa

Saudade e apreensão. Nostalgia e angústia. Temor e preocupação. Tudo simultaniamente misturado. Esses sentimentos são o da torcida alvinegra.

A saudade de ter visto o time em campo pela última vez em Maio de 2018. Na derrota para o Sergipe por 4x2, no Municipal. Dando fim a terrível e pífia campanha na Serie D. Apreensão de não saber o que a espera. Se mais um ano melancólico ou um ano de glórias. Aliás, das glórias é que a torcida sente mais saudade.

Quem terá a missão de trazer o brio de volta ao gigante, é de Alan Dotti e seus comandados. O time já teve dois testes de preparação. Um com saldo satisfatório, outro com baixa qualidade e intensidade. Porém, por ser início de temporada, é totalmente natural isso acontecer. Além, claro, do elenco ser novo e bastante modificado

Para a estreia o time inicial deve ter mudanças, principalmente no meio campo. Setor que não foi tão efetivo nos dois amistosos. O que se espera mesmo do time alvinegro é uma maior intensidade, mais organização e principalmente, competitividade. Tudo isso dentro de uma maior evolução técnica e tática. Se impor dentro de casa será um dos aspectos mais importantes também. Pois, aquela máxima tem que voltar ao Municipal: A de "Em casa mando eu!"

A angústia. Essa vem corroendo a torcida e muito. Pelo simples motivo: Regularização de jogadores. A maioria ainda não apareceu no BID (Boletim Informativo Diário da CBF). Inclusive, ainda não tem goleiros regularizados e o que iria jogar, Matheus Gutz, sentiu uma pequena contusão. Então, dá para imaginar o tamanho da preocupação de cada torcedor do Gigante. No entanto, acredita-se que até o fim do dia, a rapaziada estará apta para entrar em campo.

Portanto, estrear com vitória é fundamental. Por todos esses fatores da volta de confiança, brio, otimismo. A torcida tem que jogar com o time e o time com a torcida. Parada que sempre foi marca registrada em jogos no Municipal. E para isso, os jogadores têm a responsabilidade de trazer tudo isso citado de volta. Vencendo e convencendo.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Postagens Anteriores123456Próximas Postagens