Dólar hoje 4,148
21ºC em Arapiraca, Tempo limpo
André Avlis

Sobre o autor

Radialista, natural de Maceió, cresceu em Arapiraca e trabalhou nas rádios, Cidade, A Voz do povo é a voz de Deus, Metropolitana FM, Novo Nordeste, Nova FM e atualmente trabalha na Pajuçara FM.
Postada em 19/09/2019 07:33 | Atualizada em 19/09/2019 08:12
FUTEBOL: A Copa do Brasil é do Rubro-Negro. Paranaense
Athlético-PR vence o Internacional no Beira-Rio, por 2 a 1, aumenta vantagem e consegue título nacional inédito.

Um furacão. "O" Furacão. A prova de que um planejamento bem feito gera frutos.

Não foi o acaso. Nem sorte ou um acidente de percurso. Nada disso. Foi a premiação de um trabalho bem feito.

O patamar que vem aumentando a cada ano. De um time "mediano" para um que incomoda. Dentro e fora de campo. E assim, os títulos começaram a surgir.

Uma Copa do Brasil incontestável. Foram 8 jogos; 4 vitórias, 3 empates e 1 derrota; 8 gols marcados e 5 sofridos. Aconteceram as penalidades contra Flamengo e Grêmio (a virada histórica), onde os poetas do futebol cravavam a desclassificação. Classificação dura contra o Fortaleza. Até a tão sonhada final e duas vitórias contra o Internacional.

Campanha sólida de um time sólido, constante. As emoções nessa caminhada aconteceram, sim, mas saber ultrapassa-las foi um trunfo. Um time jovem, porém, maduro. A coragem e personalidade para jogar futebol virou uma marca registrada desse Athlético do técnico Tiago Nunes.

E por falar em Tiago Nunes, que trabalho faz o treinador. Depois de "comer o pão que o inimigo amassou" em times sem muita estrutura, vem mostrando suas qualidades e virtudes no Athético-PR. Foi campeão paranaense profissional, com a equipe sub-23; assumiu a equipe principal, conseguiu o título da Copa Sul-Americana e agora entra de vez na história do clube com o troféu inédito da Copa do Brasil. Conseguiu formar um time arrojado, forte coletivamente, com variações táticas, padrão de jogo e muito competitivo. Puro merecimento.

O Furacão é a prova de que imediatismo no futebol não cola. Um clube que se estruturou e se reestruturou. Onde existe um trabalho de base incrível, que dá oportunidades para os garotos. Planejamento sério e profissional nos bastidores. O fruto do "a longo prazo" plantado e colocado em prática. Agora, colhido. E mais uma vez: Puro merecimento!

Desse jeito, incomodando e levantando taças. O Athlético-PR se coloca de vez no alto escalão do futebol brasileiro. Sem o acaso, nada de sorte ou aleatoridade. "Apenas" por puro merecimento.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.