Dólar hoje 4,085
27ºC em Arapiraca, Parcialmente nublado
Esportes
Postada em 08/09/2018 08:42 | Atualizada em 08/09/2018 08:44 | Por R7
Brasil vence Estados Unidos em 1º amistoso após Copa do Mundo
Com gols de Firmino e Neymar, time do técnico Tite derrota rival por 2 a 0 em Nova Jersey. Treinador testou seis jogadores que não estavam no Mundial
Firmino comemora o primeiro gol do Brasil no amistoso contra os Estados Unidos - Foto: Brad Penner-USA TODAY Sports/Reuters

Sem empolgar, a seleção brasileira venceu os Estados Unidos em sua retomada após o fracasso na Copa do Mundo 2018. O time do técnico Tite derrotou o rival por 2 a 0 jogando no MetLife Stadium, em Nova Jersey. Os gols foram de Firmino e Neymar (de pênalti).

Gol de Firmino

Com apenas uma novidade no time titular em relação ao grupo que disputou o Mundial da Rússia, o lateral Fabinho, o Brasil começou dominando.

COSME RÍMOLI: Neymar ridiculariza novatos da Seleção. E Tite cruza os braços

Apesar de os laterais Fabinho e Filipe Luis apoiarem pouco o ataque, os brasileiros chegavam com perigo à área do goleiro Steffen graças à boa troca de bola.

Em uma descida perigosa pela direita, aos 11', Douglas Costa superou a marcação e cruzou para Firmino abrir o placar.

Veja mais: Os jogadores contratados por clubes europeus após convocações

Estados Unidos se solta

O gol segurou um pouco o ímpeto ofensivo do Brasil. Aos 25', Casemiro arriscou um chute de fora da área, mas a bola passou por cima do gol.

Os Estados Unidos passaram a se arriscar mais no ataque. Aos 32', Yedlin cruzou da direita para McKennie, que chutou mal. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio,, o meia ficou cara a cara com Alisson. Mas o goleiro brasileiro fez boa defesa.

Gol de Neymar

Aos 38', o Brasil voltou a aparecer bem na área norte-americana. Após boa troca de passes, Philippe Coutinho finalizou. A bola bateu na defesa. No rebote, Fabinho chutou forte para o gol. Steffen fez boa defesa.

O lateral passava a apoiar mais o ataque. Três minutos depois, Fabinho invadiu a área e foi empurrado infantilmente pelo volante Trapp. O árbitro mexicano Fernando Guerrero marcou o pênalti. Neymar deslocou o goleiro Steffen e marcou o segundo gol.

Veja mais: Neymar comanda a zoação na concentração da seleção brasileira

Segunda etapa

O Brasil começou melhor no segundo tempo. Logo a 1', Douglas Costa desceu bem ao ataque e tocou para Firmino, que perdeu a bola. Fred chutou na sobra. Steffen fez boa defesa.

A melhor chance, porém, aconteceu aos 5'. Douglas Costa arrancou bem pela direita e tocou para Neymar. Cara a cara com o goleiro, o atacante finalizou forte. Steffen não conseguiu defender. A bola ia entrando mansamente, mas o zagueiro Miazga apareceu para tirar em cima da linha.

COSME RÍMOLI: Neymar capitão. Tite, refém, triste dependência da Seleção

Foi na segunda etapa, com o jogo resolvido, que Tite resolveu realmente testar novas caras na seleção. O treinador colocou os novatos Arthur, Lucas Paquetá, Richarlison, Dedé e Everton, que não estiveram na Copa da Rússia. Com Fabinho, que começou o jogo, foram seis novos atletas testados.

O time sentiu nitidamente a falta de entrosamento, levando menos perigo ao gol norte-americano. Aos 27', Thiago Silva cabeceou com perigo, após cobrança de escanteio de Neymar. A bola bateu na rede, mas pelo lado de fora.

Próximo jogo

A seleção brasileira volta a campo na próxima terça-feira (11), no estádio FedEx Field, em Maryland, para enfrentar El Salvador.

Ficha técnica

7/9 – MetLife Stadium (Nova Jersey)

ESTADOS UNIDOS 0x2 BRASIL

Árbitro: Fernando Guerrero (México); Público: 32.840 pagantes; Gols: Firmino, aos 11’, e Neymar (pênalti), aos 43’ do 1º tempo

ESTADOS UNIDOS: Steffen; Yedlin, Miazga, Brooks e Robinson; Trapp (Roldán, aos 37' do 2º tempo), Adams, McKennie (Delgado, aos 37' do 2º tempo) e Arriola (Acosta, aos 10’ do 2º tempo); Wood (Zardes, aos 24’ do 2º tempo) e Green (Weah, aos 9’ do 2º tempo). Técnico: Dave Sarachan

BRASIL: Alisson; Fabinho, Marquinhos Thiago Silva (Dedé, aos 35’ do 2º tempo) e Filipe Luis; Casemiro; Fred (Arthur, aos 14’ do 2º tempo), Douglas Costa (Willian, aos 14’ do 2º tempo), Philippe Coutinho (Lucas Paquetá, aos 24’ do 2º tempo) e Neymar (Everton, aos 35’ do 2º tempo); Firmino (Richarlison, aos 29’ do 2º tempo). Técnico: Tite

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.