Dólar hoje 3,720
23ºC em Arapiraca, Parcialmente nublado
Polícia
Postada em 09/10/2018 16:01 | Atualizada em 09/10/2018 22:57 | Por Todo Segundo
3º BPM diz que ação contra suspeito de roubo foi legítima
Em nota, comando esclarece o vídeo que circula nas redes sociais, onde militares aparecem efetuando disparos durante uma abordagem contra o suspeito
3º Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) - Foto: Divulgação

O comando do 3º Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) emitiu uma nota nesta terça-feira (09), para esclarecer um vídeo que circula nas redes sociais, onde militares aparecem efetuando disparos de arma de fogo, durante uma abordagem contra um suspeito de roubo de celular no bairro, Cacimbas, em Arapiraca.

No vídeo, é possível observar um dos militares fazendo o acompanhamento a pé e em seguida efetuando um tiro. Na nota, o comando informa, que a ação foi legítima e o uso da força foi proporcional, onde o suspeito estava armado e efetuou disparos em direção a guarnição. 

Confira a nota do 3º Batalhão

O comando do 3º Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) esclarece que, após ter conhecimento de um vídeo que está circulando nas redes sociais, onde uma guarnição do batalhão aparece em uma ocorrência onde são executados disparos de arma de fogo, o comando da unidade informa que, ao analisar as imagens e ouvir os militares, constatou que a guarnição recebeu uma denúncia de um roubo de celular na região do bairro Cacimbas e que ao avistar um indivíduo com as características passadas, os militares resolveram realizar a abordagem, momento em que o indivíduo ao avistar os policiais empreendeu fuga, onde armado, efetuou disparos contra os militares.

Na sequência, um dos componentes da guarnição desembarcou da viatura e iniciou um acompanhamento a pé, haja vista que o trânsito atrapalhou a viatura de se aproximar do suspeito. Após visualizar mais uma vez que o suspeito estava apontando a arma em direção ao componente da guarnição que estava a pé, o mesmo efetuou um disparo revidando a injusta ameaça, na sequência o suspeito entrou em uma residência abandonada e que dá acesso a um matagal, não sendo mais possível localizá-lo, mesmo com os militares realizando buscas incansáveis. O comando desta unidade informa que a ação foi legítima e o uso da força foi proporcional, onde o indivíduo estava armado e efetuou disparos em direção a guarnição.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.