Dólar hoje 5,571
19° C em Arapiraca, AL Tempo nublado
Polícia
Postada em 21/06/2024 18:55 | Por Agência Alagoas

Taxa de homicídios em Alagoas tem a maior redução do Nordeste em 10 anos

Entre os anos de 2012 e 2022, o índice registrou redução de 46,9%, segundo o Atlas da Violência
Taxa de homicídios em Alagoas tem a maior redução do Nordeste em dez anos - Foto: Arquivo / Todo Segundo

Alagoas registrou a maior redução na taxa de homicídios entre os estados nordestinos em dez anos, de acordo com o Atlas da Violência, divulgado na terça-feira (18), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Foi uma queda de 46,9% no período.

A segunda maior redução, segundo o Atlas da Violência – que toma como referência o ano de 2022 – foi registrada na Paraíba, com -31,3%. Em seguida aparecem o Ceará (-25,9%), Sergipe (-19,9%), Rio Grande do Norte (-4,4%) e Pernambuco (-4,1%). No recorte de cinco anos – medidos entre 2017 e 2022 –, a taxa de homicídios por cem mil habitantes em Alagoas apresentou uma retração de 38,6%.

Jovens

O documento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública também revela que a taxa de homicídios de jovens de 15 a 29 anos por 100 mil habitantes em Alagoas registrou queda de 42,5% entre 2012 e 2022. Quando comparados os cinco anos (2017 a 2022), a retração foi de (40%).

No recorte por sexo, o Atlas mostra que o número de homicídios de homens entre 15 e 29 anos recuou 45,1% em dez anos. Alagoas também apresentou queda de 33,3% no número de homicídios de infantes de zero a quatro anos no período. Quando analisados os números de homicídios de crianças entre cinco e 14 anos, a retração foi de 78,4%. Na faixa etária entre 15 e 19 anos, a queda atingiu 64,7%.

Para o secretário de Estado da Segurança Pública, Flávio Saraiva, a queda nos índices de homicídios é resultado dos investimentos feitos pelo Governo do Estado. Ele lembra que, nos últimos dois anos, foram investidos R$ 510 milhões do Tesouro Estadual e do Fundo Nacional de Segurança Pública.

Os recursos foram empregados para equipar as forças de segurança com pistolas Glock; coletes balísticos, viaturas blindadas, embarcações, instrumentos de menor potencial ofensivo; equipamentos e insumos para a Polícia Científica; laboratório móvel de perícia criminal; drones com visão termal; softwares para extração de dados; escudos balísticos; trajes antibomba para o Bope; quadriciclos; caminhões-tanque e autobombas; aeronaves e equipamentos de proteção individual, como capacetes de combate a incêndio para o Corpo de Bombeiros Militar.

“Também já compramos um helicóptero multimissão H135, que é de última geração e vai ajudar no socorro aeromédico e nas atividades policiais que se fizerem necessárias”, informou Flávio Saraiva. “A aeronave também é preparada para utilização de óculos de visão noturna e visão sintética dos obstáculos, o que vai facilitar a captura de delinquentes”, acrescentou.

A retração da violência no estado também reflete os investimentos do governo em recursos humanos, por meio de concursos públicos. Desde 2015, foram incorporados 4.623 policiais militares.

A mais recente promoção de 2.728 policiais em 2023 – a maior da história do Estado – evidencia o compromisso com a valorização e reconhecimento dos profissionais da segurança. “A presença de novos policiais nas ruas, aliados a equipamentos modernos e infraestrutura adequada, é uma garantia de que Alagoas está no caminho certo para se tornar um estado cada vez mais seguro”, ressalta o governador Paulo Dantas.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.


Instagram