Dólar hoje 5,627
26ºC em Arapiraca, AL Tempo nublado
CSE
Postada em 16/08/2021 11:29 | Atualizada em 16/08/2021 11:32 | Por Todo Segundo
Ex-jogador acusado de assalto em Belém teria encerrado carreira no CSE
Adrianinho encerrou a carreira no CSE de Palmeira dos Índios em 2018, segundo o site o Gol
Adriano Barbosa da Silva tem 34 anos, o “Adrianinho” teria encerrado sua carreira no CSE - Foto: Arquivo / CSA / Reprodução

Adriano Barbosa da Silva tem 34 anos, o “Adrianinho” preso por cometer assalto no município de Belém vestido com roupa de policial civil no último mês de julho, encerrou a carreira no CSE de Palmeira dos Índios em 2018, segundo o site o Gol.

Adrianinho surgiu nas categorias de base do Vasco em 2005 e continuou com os Cruzmaltinos até 2008, quando foi vendido para o CRB. Desde então, o ex-atleta fez uma carreira no estado de Alagoas, onde também atuou pelo CSA, Coururipe, União e seu último clube dele foi o CSE.

O ex-jogador e mais dois suspeitos foram capturados na manhã do domingo (15), em cumprimento a mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça. Os três que foram presos já se encontram reclusos no sistema prisional de Alagoas. A polícia está à procura de ao menos mais um integrante do grupo.

De acordo com delegado Gustavo Xavier, coordenador da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), o ex-jogador é considerado pelas autoridades o líder do grupo que, além do crime de roubo, também é suspeito da prática de um homicídio.

"Nós consideramos ele líder, pois tinha poder de decisão sobre os outros. Um foi segurança dele e outro era funcionário de uma loja. Eles também estão sendo investigados por homicídio, mas não tenho ainda muito detalhes para passar", afirmou Gustavo Xavier, responsável pelas investigações.

"O Adriano tem envolvimento com drogas, ainda não temos elementos que comprovem relação com o tráfico, mas ele consumia drogas ininterruptamente. Por ser um atleta, chama a atenção. Inclusive, no momento da prisão, encontramos vestígios de consumo de drogas na casa dele". Disse Gustavo Xavier.

O Portal Todo Segundo deixa o espaço aberto para a manifestação da defesa do ex-jogador.

O caso

O proprietário de um provedor de internet no município de Belém foi abordado pelos criminosos, no momento em que a vítima chega em casa. A ação foi registrada por câmeras de monitoramento. Nas imagens, é possível ver o veículo dos criminosos, um Citroen C4 Cactus, de cor escura, parando na rua no mesmo momento em que a vítima chega em uma moto.

Os criminosos vestidos com fardamento da Polícia Civil e armados descem do veículo e fazem uma revista ao empresário. Em seguida, entram com ele dentro do imóvel, alegando ter um mandado de busca e perguntando, a todo momento, por um cofre.

Momentos depois, é possível ver o trio de criminosos saindo da casa e levando nas mãos uma caixa com alguns pertences quer seriam relógios de uma coleção do empresário. Os bandidos também levaram uma quantia em dinheiro de 4.000,00. O prejuízo foi avaliado em R$ 15 mil.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.