Dólar hoje 5,224
22ºC em Arapiraca, AL Tempo nublado
Polícia
Postada em 01/04/2021 09:21 | Atualizada em 01/04/2021 09:40 | Por Todo Segundo
Suspeitos afirmam que mataram filho PM em Palmeira por engano, diz PC
Segundo a Polícia Civil, três suspeitos de envolvimento no crime, entre eles um menor de 17 anos, já estão à disposição da justiça
Disse o Diogo, chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira durante entrevista ao Repórter Everton Luís - Foto: Todo Segundo

A Polícia Civil revelou nesta quinta-feira (01), que esclareceu o assassinato do jovem, filho de um policial militar, crime ocorrido no dia 22 de fevereiro, na Rua Valdemar Holanda Cavalcante, no Conjunto José Maia Costa, em Palmeira dos Índios.

De acordo com o chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, Diogo Martins, a vítima foi assassinada por engano e três suspeitos de envolvimento no crime, entre eles um menor de 17 anos, já estão à disposição da justiça.

Segundo Diogo Martins, o adolescente foi apreendido nesta quarta-feira (31), no Conjunto José Maia Costa. O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal do município, após parecer favorável do Ministério Público (MP).

Em entrevista exclusiva à Rádio Viva FM 92,5 o chefe de operações disse que os acusados confessaram o crime. Eles confessaram o fato, até agora nós conseguimos identificar dois executores. "Segundo eles foi por engano. Eles pretendiam executar outro indivíduo que estava na casa poucos minutos antes e tinha saído. O alvo seria outro indivíduo". Disse o Diogo ao Repórter Everton Luís. Ouça a entrevista completa acima.

As informações foram concedidas após uma operação integrada das polícias Civil e Militar que cumpriu mandados de busca e apreensão expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, com o objetivo de combater os crimes de homicídios e tráfico de drogas em Palmeira dos Índios. Na ação, três pessoas já foram presas, três armas de fogo, uma quantidade de drogas, munições e um adolescente foram apreendidos. (Ler Matéria).

Mais uma vez, o delegado regional, Rosivaldo Vilar, ressaltou a importância do apoio que vem recebendo do delegado Mário Jorge Barros, do delegado Gustavo Xavier Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), do delegado-geral Paulo Cerqueira e do secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça para a elucidação dos crimes registrados na região.

O homicídio

Um filho de um policial militar foi assassinado a tiros após ter sua casa invadida na noite da segunda-feira (22), de fevereiro em Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas. O crime ocorreu na Rua Valdemar Holanda Cavalcante, no Loteamento José Maia Costa.

De acordo com populares, a vítima de 25 anos, foi surpreendida por dois homens que chegaram à residência que fica recuada e de difícil acesso a pé e efetuaram vários disparos de arma de fogo na região da cabeça do jovem. Ele morreu no local. (Ler Matéria)

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.