Dólar hoje 5,368
22ºC em Arapiraca, AL Parcialmente nublado
ASA
Postada em 29/01/2020 11:19 | Atualizada em 29/01/2020 11:20 | Por Assessoria
ASA distribui alimentos doados por torcedores a entidades de Arapiraca
Os alimentos foram entregues ao longo das duas últimas semanas no Fumeirão
ASA distribui alimentos doados por torcedores a entidades - Foto: Assessoria

Um gesto de solidariedade e de amor ao próximo resultaram na arrecadação de alimentos não perecíveis na final da Copa Alagoas.

O ASA terminou a competição como campeão, mas quem saiu vitorioso foram os torcedores que contribuíram para ajudar entidades de Arapiraca.

Os alimentos foram entregues ao longo das duas últimas semanas pela equipe alvinegra, que trabalha no setor administrativo do clube, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão.

As entidades Comunidade Lar Semear, Albergue Padre José Neto, Casa de Apoio Café e Acolhimento, Lar São Domingos, Abrigo Mãe Rainha e Associação Beneficente Primavera receberam as doações, além de parte dos alimentos ter sido doada para a empresa Coagro, que esteve à frente da campanha de doação de alimentos para a Festa da Padroeira de Arapiraca, Nossa Senhora do Bom Conselho.

Acolhimento de todos

Desde que assumiu a presidência executiva do ASA de Arapiraca, Moisés Machado, com o apoio dos demais diretores do clube, tem realizado esta parceria com os torcedores e recolhido alimentos não perecíveis para serem doados para famílias necessitadas e que são acolhidas por entidades da cidade.

“É um trabalho voluntário que promovemos para ajudar ao próximo através do nosso futebol. O ASA quer brilhar também no campo da solidariedade com a contribuição de todos para doarmos alimentos aos irmãos que passam necessidades”, afirmou Moisés Machado.

Os alimentos doados se transformaram em cestas básicas, que forma repassadas para seis entidades da cidade e beneficiaram ainda a arrecadação de alimentos da Festa da Padroeira de Arapiraca.

‘É uma ação simples e que nos motiva muito só em saber que estamos ajudando alguém que precisa se alimentar para sobreviver”, disse Beto Lima, que trabalha no ASA.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.