Dólar hoje 5,439
25ºC em Arapiraca, AL Alguns chuviscos
Internacional
Postada em 12/01/2020 17:29 | Por R7 com EFE
Bombas atingem base americana no Iraque e deixam feridos
Base é a mesma atacada por iranianos na última quarta-feira (8). Pelo menos 4 militares iraquianos ficaram feridos no bombardeio, segundo Reuters
Base americana no Iraque sofre novo ataque - Foto: WikiCommons

Bombas atingiram a base militar de Balad, no Iraque, neste domingo (12). Fontes iraquianas dizem que sete foguetes foram lançados, enquanto fontes americanas falam em 8.

No bombardeio deste domingo, pelo menos 4 soldados iraquianos ficaram feridos, segundo a Reuters.

As fontes militares disseram que os foguetes caíram na pista dentro da base, localizada a 80 km ao norte de Badgá.

Uma fonte do Comando de Operações de Saladino, que pediu anonimato, disse à Agência Efe que os feridos foram levados para um hospital e confirmou que as vítimas eram cidadãos iraquianos.

Localizada ao norte de Bagdá, Al Balad é uma das maiores bases aéreas do país árabe e possui um arsenal de caças F16 que o Iraque adquiriu dos Estados Unidos, além de receber tropas americanas.

No entanto, fontes de segurança disseram à Efe que pelo menos parte das forças estrangeiras posicionadas ali teria deixado a base após os recentes ataques cruzados entre Washington e Teerã no território iraquiano.

'Todas as bases americanas são alvos'

Mais cedo, o líder do Hezbollah, Hassam Nasrallah, disse que "todas as bases americanas são alvos" durante discurso exibido na televisão.

"Eu tenho que certeza de que os conselheiros (de Trump) disseram a ele que se você ataca o Irã eles vão atacar todas as bases na região... Nós não somos capazes de proteger elas", disse.

O líder também disse que o presidente americano "mentiu ao povo" sobre o Irã e Soleimani, comandante das Forças Revolucinárias Iranianas morto pelos EUA, terem planejado atacar embaixadas americanas.

Na quarta-feira (8), outra base americana no Iraque, a base de al-Asad foi atacada, e Nasrallah diz que o ataque foi um "tapa, não a resposta" do Irã pelo assassinato de Soleimani, a quem ele elogiou.

Ainda não se sabe quem é o responsável pelos ataques a base de Balad e nenhum grupo ou país assumiu a autoria.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.