Dólar hoje 5,397
27ºC em Arapiraca, AL Parcialmente nublado
André Avlis

Sobre o autor

Radialista, natural de Maceió, cresceu em Arapiraca e trabalhou nas rádios, Cidade, A Voz do povo é a voz de Deus, Metropolitana FM, Novo Nordeste, Nova FM e atualmente trabalha na Pajuçara FM.
Postada em 29/12/2020 08:56
ASA: 'Silêncio' sobre novos reforços começa a incomodar parte da torcida
Planejamento para 2021 está sendo traçado pela diretoria, mas demora para anunciar novos jogadores deixa torcedores inquietos.

 Um silêncio que começa a incomodar. Pondo em dúvida, inclusive, o andamento de um planejamento.

A diretoria alvinegra continua trabalhando para que 2021 seja um ano vitorioso para o clube e que acima de tudo, todos os compromissos e objetivos sejam selados e alcançados. Porém, a falta de novidades, principalmente com relação a contratações, começa a deixar parte da torcida impaciente.

Até o momento, o ASA anunciou cerca dez reforços. Os últimos anúncios feitos pelo clube aconteceram no dia 15 de dezembro. Além deles, foram confirmados: o técnico Lorival Santos e o preparador físico Rodrigo Albuquerque.

O ASA tem pela frente, no início da temporada, a Copa Alagoas e o Campeonato Alagoano - além da Série D na segunda parte do calendário. A copa terá início no dia 30 de janeiro e o estadual no dia 20 de fevereiro, segundo a FAF (Federação Alagoana de Futebol).

Então, será que o trabalho está sendo lento ou cauteloso?

A expectativa criada, em todo início de pré-temporada, é eminente. É natural acontecer e gera no torcedor um pouco - ou muito - de angústia. Principalmente se há um pouco mais de espera e o 'silêncio' citado. É a típica vontade de saber quem defenderá o escudo de quem tanto ama.

No entanto, eu vejo por outra perspectiva. Inclusive já critiquei duramente a demora, falta de definições e marasmo de planejamentos passados. Que por sinal foram ruins, pífios e falidos. Basta ver os resultados alcançados ou o que não foi alcançado, melhor dizendo.

Os antigos erros, em meu ver, parecem ter mudado os conceitos da 'nova' Diretoria Executiva. Principalmente na precipitação de anúncio de atletas que ao fim das negociações não assinavam contrato; ou até mesmo eram "seduzidos" por outras equipes. Além da pressa para mostrar que estava contratando - fator que não ajudava no nível do elenco. O típico "quantidade e não qualidade".

Outra parada é a principal para essa ponderação: o fator financeiro. Por exemplo, a Prefeitura Municipal de Arapiraca - que é o patrocinador master - vive um momento de transição. Ou seja, não há valores concretos e fechados para 2021. Logo, não há condições de falar sobre receita ou renda sem nada firmado.

Patrocinadores já estão fechados com o clube, segundo uma fonte. Mas é preciso claro e explícito para agir ou por em prática. No ASA ou em qualquer clube. E no momento de pandemia que vivemos, o quanto menos gastar sem necessidade, melhor.

Portanto, vejo o atual momento e atitude como cautela e não lentidão ou inércia. A precaução e o cuidado serão necessários para que conquistas voltem a aparecer. Principalmente no atual momento vivido. É difícil para o torcedor? Lógico. Mas ele terá que aprender a ter um pouco mais de paciência.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.