Dólar hoje 5,607
23ºC em Arapiraca, AL Parcialmente nublado
CSA
Postada em 28/11/2019 23:49 | Atualizada em 28/11/2019 23:59 | Por Todo Segundo com Gazeta Esportiva
CSA vence o Cruzeiro e vê luz no fim do túnel contra degola
Alan Costa marcou o único gol da partida, que teve um pênalti perdido por Thiago Neves, no Mineirão, em Belo Horizonte
CSA vence Cruzeiro no Mineirão e volta a embolar briga no Z4 do Brasileirão - Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O CSA venceu o Cruzeiro por 1 a 0, fora de casa na noite desta quinta-feira (28), em confronto direto contra o rebaixamento, em jogo válido pela 35ª rodada do Brasileirão. A vitória, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), mantém viva a esperança do Azulão do Mutange de se manter na Série A.

Com o resultado, o CSA soma 32 pontos e segue na 18ª colocação. A Raposa permanece na zona da degola, ocupando a 17ª colocação com 36 pontos conquistados. Alan Costa marcou o único gol do jogo, que teve pênalti perdido por Thiago Neves.

Pela próxima rodada, o CSA entra em campo no domingo (1), às 18h (de Brasília), quando encara o Bahia no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). No dia seguinte, às 20h, o Cruzeiro duela com o Vasco em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

O jogo

A partida começou com o time inteiro do CSA se posicionando atrás da linha do meio do campo e fechando os espaços do Cruzeiro. A Raposa até pressionou os adversários em busca de gol, criando oportunidades de finalização, mas sem ameaças reais à meta defendida por Jordi.

E quem abriu o marcador foi o Azulão, aos 42 minutos. Rafinha cobrou escanteio na área, Ricardo Bueno cabeceou e exigiu grande defesa de Fábio. Contudo, Alan Costa ficou com a sobra e, livre, só teve o trabalho de empurrar para as redes e deixar os alagoanos em vantagem.

No intervalo, o técnico Abel Braga resolveu fazer duas substituições para mudar a postura da equipe celeste, colocando Joel e Robinho nos lugares de Éderson e Fred. E as alterações deram resultado, já que Jordi teve de fazer duas grandes defesas em chutes de Ezequiel e Thiago Neves.

Aos 16 minutos, o Cruzeiro teve chance clara de empatar. Pedro Rocha foi derrubado na área por Alan Costa e viu o árbitro marcar a penalidade máxima após revisão no VAR. Na cobrança, porém, Thiago Neves acabou mandando pela linha de fundo.

Por volta de 29 minutos, a torcida cruzeirense acendeu sinalizadores e os arremessou no gramado, causando confusão na arquibancada e alastrando fumaça pelo estádio. Em campo, o time celeste pressionou até o apito final, mas parou em grandes intervenções de Jordi e acabou derrotado no Mineirão.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 1 CSA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 28 de novembro de 2019, quinta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP)

Cartões amarelos: Euller, Jordi, Jonatan Gomez, João Vitor (CSA)

Gols: Alan Costa, aos 42 minutos do primeiro tempo (CSA)

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Éderson (Robinho) e Thiago Neves; Ezequiel (Sassá), Fred (Joel) e Pedro Rocha. Técnico: Abel Braga.

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Castán e Rafinha (Jean Cléber); João Vitor, Nilton, Jonatan Gomez, Euller (Warley) e Apodi (Bruno Alves); Ricardo Bueno. Técnico: Argel Fucks.

Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
*Marque Não sou um robô para enviar.
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.