Dólar hoje 3,720
23ºC em Arapiraca, Parcialmente nublado
Roberto Gonçalves

Sobre o autor

É Formado em Jornalismo pela Escola de Comunicação Assis Chateaubriand/RJ e Radialista Profissional. É membro efetivo da Associação Alagoana de Imprensa. Membro da Academia Arapiraquense de Letras e Artes.
Postada em 09/08/2018 16:08
Polêmica entre vereadores marca retorno dos trabalhos em Arapiraca
Polêmica nesse inicio dos trabalhos ficou a cargo do projeto da vereadora Aurélia Fernandes, que pretende ampliar a licença paternidade aos servidores públicos
Câmara Municipal de Arapiraca - Foto: Divulgação

O retorno dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Arapiraca após o recesso do meio do ano de 40 dias nessa terça-feira (08) foi marcada por uma grande polêmica entre os vereadores Léo Saturnino (MDB) e Fábio Henrique (PCdoB) que não compareceram à sessão.

A vereadora Aurélia Fernandes (PSB) acusou os dois vereadores de prejudicarem o seu projeto que amplia a licença paternidade para os servidores do município. Ambos os vereadores fazem parte dos cinco do bloco de oposição enquanto Aurélia Fernandes faz parte do grupo de apoio ao prefeito Rogério Teófilo. Ambos fazem parte das comissões da Casa e teriam que assinar favoravelmente os pareceres.

A sessão do semestre ocorreu no auditório do CRIA, no bairro de Santa Edwiges, com a presença maciça de moradores, entre professores, estudantes, profissionais liberais e servidores da Prefeitura de Arapiraca. O local é improvisado e cedido pela prefeitura para a realização dos trabalhos.

O novo prédio do Legislativo na antiga Escola de Governo está inconcluso faltam pintura, montagem do plenário ajardinamento. Já o prédio do Cria já carece de reforma que foi solicitado através de indicação da vereadora Aurélia Fernandes.

Polêmica

A polêmica nesse inicio dos trabalhos ficou a cargo do projeto da vereadora Aurélia Fernandes (PSB) que pretende ampliar a licença paternidade aos servidores públicos em Arapiraca. O projeto está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas assessoria da vereadora criticou os vereadores Fábio Henrique e Léo Saturnino (MDB) por não terem participado da votação.

A vereadora convidou um grande número de pais e mães servidoras do município para participaram da sessão que aprovaria o projeto e que terá de imediato a sanção do prefeito Rogério Teófilo (PSDB)

Por sua vez, os vereadores revelaram que apoiam o projeto, mas estavam em viagem na capital do Estado e autorizaram a colocação do documento em pauta na sessão.
“Estamos surpresos com os comentários. Somos a favor do projeto e não vemos motivo para polêmica”, afirmou Fábio Henrique.

O site Todo Segundo não se responsabiliza pelos conteúdos publicados nos blogs dos seus colaboradores.
Comentários

Utilize o formulário abaixo para comentar.

Ainda restam caracteres a serem digitados.
CAPTCHA
Compartilhe nas redes sociais:

Utilize o formulário abaixo para enviar ao amigo.